Faça parte da rede aqui!
Fique por dentro das últimas notícias, eventos, debates e publicações científicas mais relevantes.

Terceiro número da APS em Revista está no ar

A APS em Revista chega ao seu terceiro número em um momento de grandes transformações na saúde com reflexos diretos na Atenção Primária em sua lógica e ação cotidiana.

Novos programas governamentais que propõem modelos de financiamento de custeio da Atenção Primária à Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde distintos àqueles existentes, além de diversas medidas e ações voltadas à atuação de profissionais de saúde junto às comunidades, reforçam a necessidade de se discutir de forma ampla e permanente seus efeitos e impactos na vida da população brasileira. Por isto, a APS em Revista propõe um debate qualificado e atual no campo da saúde e apresenta neste número tanto a  divulgação de experiências que visam fortalecer a avaliação em saúde e a utilização de evidências na formulação de políticas públicas quanto discussões sobre o momento atual da APS e seus desafios futuros.  

O primeiro artigo descreve os avanços alcançados pela Estratégia Saúde da Família e os desafios que enfrenta, ainda hoje, em assumir seu papel como porta de entrada e coordenadora da atenção no sistema de saúde. O segundo artigo compara a participação da União, do Estado e do Município no financiamento do Componente Básico da Assistência Farmacêutica no município de Santarém, Pará.  O terceiro artigo analisa e discute as condições de trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) de um município da Zona da Mata de Minas Gerais e sua relação com vivências de prazer e sofrimento no trabalho.

O quarto artigo aborda a importância do conhecimento sobre saúde pública e atenção básica nos termos de formação dos profissionais desta área. O quinto artigo discute a importância da estratégia de cuidado em saúde para pessoas com obesidade e sobrepeso. O sexto artigo discute o acesso à Atenção Primária à Saúde em Curitiba, Paraná, a partir da percepção dos usuários que frequentam uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

O sétimo artigo visa identificar a satisfação dos usuários hipertensos e diabéticos com o cuidado recebido na atenção básica, a partir de uma pesquisa de delineamento transversal com dados oriundos da avaliação externa do 2º ciclo do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ). Por fim, o oitavo artigo, que inaugura a sessão de Debates e Discussões, traz uma contribuição sobre os desafios contemporâneos da Atenção Primária à Saúde, sendo resultado de conferência realizada na 1ª Oficina da Rede APS 2019, em março de 2019 na FACE/UFMG.

Novamente convidamos a todos e todas para participar da APS em Revista, espaço que sempre exercita a diversidade, tolerância e diálogo, valores globais e transversais a qualquer perspectiva civilizatória. Ao finalizar este ano de muitos desafios, desejamos à comunidade científica e profissional um 2020 promissor e de esperança, adaptando uma clássica passagem do escritor Fernando Sabino, em sua obra O Encontro Marcado (1ª edição, 1956), à página 145: a certeza de que era preciso continuar. Boa leitura.

Os Editores

Rede APS

Você deve estar logado para postar um comentário

%d blogueiros gostam disto: