Faça parte da rede aqui!
Fique por dentro das últimas notícias, eventos, debates e publicações científicas mais relevantes.

A persistência da sífilis como desafio para a saúde pública no Brasil é tema de podcast

O professor da Universidade Federal de Pelotas Luiz Augusto Facchini e a professora da Universidade Federal de Rio Grande Mirelle de Oliveira Saes participaram de um podcast do periódico Cadernos de Saúde Pública falando sobre os resultados do artigo intitulado “Avaliação do manejo adequado de pacientes com sífilis na atenção primária em diferentes regiões do Brasil entre 2012 e 2018”.
 
O estudo que teve como objetivo analisar a presença de infraestrutura e processo de trabalho adequados na atenção primária para o diagnóstico, manejo e tratamento da sífilis no Brasil nos anos de 2012, 2014 e 2018, com um desenho transversal, de abrangência nacional, com dados dos três ciclos do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB) em 2012 (Ciclo I), 2014 (Ciclo II) e 2018 (Ciclo III), mostrou as inequidades existentes, com melhoras mais expressivas nas regiões mais ricas, municípios com IDH-M mais alto, maiores e com menor cobertura da ESF. A baixa prevalência de infraestrutura e processo de trabalho adequados para o atendimento dos pacientes com sífilis no Brasil refletem uma insuficiência importante no sistema de saúde brasileiro.
 
O artigo pode ser acessado através do site do periódico Cadernos de Saúde Pública (CSP) pelo link: http://cadernos.ensp.fiocruz.br/csp/artigo/1747/avaliacao-do-manejo-adequado-de-pacientes-com-sifilis-na-atencao-primaria-em-diferentes-regioes-do-brasil-entre-2012-e-2018 ou clicando aqui.
 
O episódio de número 26  do podcast Cadernos de Saúde Pública está disponível na Plataforma do Spotify e pode ser acessado através do link: https://open.spotify.com/episode/4mbro92xOEHiAsTD79vxYr?si=031e2b8e6e4847d2 ou clicando aqui.
Rede APS

Você deve estar logado para postar um comentário

%d blogueiros gostam disto: