Faça parte da rede aqui!
Fique por dentro das últimas notícias, eventos, debates e publicações científicas mais relevantes.

Mestrado Profissional em APS da Universidade Federal do Rio de Janeiro

O Mestrado Profissional em APS da Universidade Federal do Rio de Janeiro foi criado em 2015, numa parceria da Faculdade de Medicina com o Instituto de Atenção à Saúde São Francisco de Assis. O programa está dirigido a profissionais da saúde que atuam na Estratégia de Saúde da Família e na Atenção Básica no SUS e tem uma duração de dois anos.

O programa tem quatro linhas de pesquisa: Atenção integral aos ciclos de vida e grupos vulneráveis; Educação e Saúde: tendências contemporâneas da educação, competências e estratégias de formação profissional em APS; Evidência clínica, modelos de atenção e técnico assistenciais, qualidade em APS; Gestão e avaliação de serviços e de tecnologias na APS.

Na linha “Atenção integral aos ciclos de vida e grupos vulneráveis” são desenvolvidas pesquisas sobre risco, vulnerabilidade social, analise de condicionantes e determinantes sociais, ações desenvolvidas pela APS, impacto da prestação do cuidado, necessidades, novas modalidades de atenção na APS e construção de projetos terapêuticos singulares para grupos vulneráveis.

Na linha sobre educação e saúde são desenvolvidas pesquisas que buscam novas referências teórico-metodológicas para a formação de profissionais voltados para a APS, estudos focados nas práticas em educação baseadas no empoderamento, autonomia e qualidade de vida de indivíduos, famílias e comunidades, inovações curriculares, avaliação de novos métodos e tecnologias de formação e capacitação na APS, integração universidade – serviço.

No marco da linha sobre modelos de atenção são realizados estudos que visam qualificar as práticas na APS, considerando a integralidade, o vínculo longitudinal e a coordenação do cuidado, pesquisas sobre apoio matricial, redes de atenção à saúde no SUS, vigilância em saúde e sua integração com a APS, avaliação da qualidade dos serviços, produção de evidencias clínicas, protocolos assistenciais e linhas de cuidado desde uma perspectiva participativa, estudos sobre o processo de trabalho.

Na linha de avaliação de serviços e tecnologias são desenvolvidas pesquisas avaliativas sobre programas implementados na APS, avaliação de tecnologias e o seu impacto nos custos e na saúde deindivíduos, famílias e comunidades, desenvolvimento de metodologias de avaliação com foco na qualidade, novos critérios e indicadores mais adequados à APS.

Desde o início do curso foram formados 110 profissionais e existem perspectivas para a abertura de um curso de Doutorado Profissional em APS. O processo seletivo para 2020 foi realizado em outubro deste ano.

Para mais informações sobre o programa visite o site http://hesfa.ufrj.br/index.php/mestrado-profissional-aps

Por Diana Ruiz e Valentina Martufi – doutorandas que contribuem para a REDE APS

 

 

 

 

Rede APS

Você deve estar logado para postar um comentário

%d blogueiros gostam disto: